Representantes de movimentos sociais e sindicais, trabalhadores e políticos mineiros realizam um ato na manhã desta quarta-feira (27) contra a privatização de quatro usinas da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). O protesto acontece em frente à sede da empresa, na região centro-sul de Belo Horizonte.

O leilão das hidrelétricas de São Simão, Jaguara, Miranda e Volta Grande, no Triângulo Mineiro, foi anunciado pelo Governo Federal em junho deste ano e marcado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para esta quarta-feira. O objetivo do governo é arrecadar R$ 11 bilhões, com concessões que deverão ser outorgadas por 30 anos.

A Cemig já recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) alegando que o direito à renovação das concessões por mais 20 anos. Em outra frente, a empresa também negociava com a União um acordo para manter o controle sobre as usinas hidrelétricas. No entanto, as tratativas foram interrompidas por um acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) e retomadas na última semana, após decisão do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo levantamentos feitos Frente Mineira em Defesa da Cemig, formada por movimentos sociais e sindicais, por parlamentares mineiros, pelo governo de Minas e por representantes da própria empresa, além de prejuízos à economia do Estado e à Cemig, o leilão das hidrelétricas pode levar a um aumento na conta de luz, como forma de os novos donos recuperarem o investimento.

As usinas de São Simão, Jaguara, Miranda e Volta Grande respondem por aproximadamente metade da energia gerada pela Cemig. O leilão realizado pela Aneel acontece nesta manhã em São Paulo.

Leia também:

Ministro do STF derruba decisão que proibia acordo sobre usinas da Cemig
Ato em Miranda (MG) mostra força e unidade na luta pelas usinas
Frente em Defesa da Cemig faz novo ato na Usina de Jaguara
Movimentos acampam na Usina de São Simão e fazem escracho a investidores estrangeiros
Governo de Minas e Cemig lançam campanha contra leilão de hidrelétricas
Ato em defesa da Cemig pressiona Governo Federal contra leilão de usinas
Frente em Defesa da Cemig faz ato na Usina de Miranda
Plataforma Operária e Camponesa promove seminário sobre leilão das usinas da Cemig
Lideranças vão a Brasília contra leilão de usinas da Cemig