Nos dias 1 e 2 de dezembro, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) relizará um mini curso de extensão sobre "Medidas Protetivas e Enfrentamento do Trabalho Infantil".

O evento está sendo organizado pelo Centro de Capacitação e Pesquisa em Programas Sociais (Cecaps) a partir de dados do IBGE que apontam que, no Brasil, a mão de obra infantil e a exploração de crianças e adolescentes já atinge quase três milhões de trabalhadores precoces, - cerca de 5% da população entre as idades de 5 e 17 anos.

Ainda segundo o Cecaps, a importância do debate se dá, principalmente, em razão do cenário atual pelo qual o País passa: "num panorama de caos político e instabilidade das instituições e dos direitos adquiridos, fica clara a vulnerabilidade da situação das crianças e dos adolescentes no país".

Por isso, o mini curso de extensão sobre Medidas Protetivas e Enfrentamento do Trabalho Infantil tem como objetivo qualificar profissionais da rede socioassistencial - e de áreas afins como os atuantes na defesa da garantia e direitos de crianças e adolescentes - para o enfrentamento do trabalho infantil.

As inscrições já estão abertas, podem ser feitas pela internet e vão até o dia 27 de novembro.

UFMG: Medidas Protetivas e Enfrentamento do Trabalho Infantil
Onde: UFMG (avenida Presidente Antônio Carlos, 6627, Pampulha - Belo Horizonte/MG)
Quando: 1 de dezembro de 2017,das 19h às 22h30; 2 de dezembro de 2017, de 9h às 12h30 e de 13h30 às 18h.
Inscrições: até 27 de novembro, às 17 horas, pelo site http://conveniar.ipead.com.br/eventos/
Custo: R$ 280
Mais informações: https://www.facebook.com/events/699667070243970/